RIO MILAGE, NAICO-BAJONE

 

 

 Rio Milage

O Rio Milage situa-se no extremo Este da Província da Zambézia e a Leste do Distrito de Maganja da Costa no Posto Administrativo de Bajone na Localidade de Naico entre os paralelos 17°7’18.01″da Latitude sul e entre os meridianos38°3’2.02″da Longitude Este. (google, 2014, pp. dia 21, 11h:47)

Com um comprimento de cerca de 23 km, divide o Posto Administrativo de Mocubela com o Posto Administrativo de Bajone na localidade de Naico, naqual faz uma confluência com o rio Monigae que vai desaguar no Oceano indico. (malua, 2013, p. 4)

 

Fonte:Autora através do Google

Origem

O nome Milage, quer na gramatica ou na língua dos povos das áreas por ele percorrida não temnenhum significado. Este nasce no Posto Administrativo de Mocubela sendo por alguns, considerado um dos braços do rio Nipiode.

O rio Milage, o seu leito corre no sentido Oeste-Este, e é considerado como um dos maiores rios do Posto Administrativo e o terceiro maior da localidade de Niaco na qual atravessa os povoados de Namutaca em Mocubela, Nialene, Wamuha, (Alto Mutabide), estendendo-se progressivamente para o sentido Este, separando/dividindo os povoados de Harare com o de Maiva, Harare com o de Naico, Naico com Nabrico e este com Nacurisiwa e este por sua vez com Unlolone até na sua confluência com o rio Moniga no Distrito de Pebane.

 

 

Características

Os rios moçambicanos, são geralmente ou na sua maioria de regime periódico, devido a configuração do seu relevo.

No caso deste, ele é do regime pluvial, corre nos terrenos de planície, de solos arigilosos e de solos fluviais nas margens por ele percorrido.

Considerando rio, como um curso natural de água, usualmente de água doce, no caso deste, numa extensão dos seus 7 km, próximo da sua confluência com o rio Moniga, ele sofre algumas influências directas das marés devido a sua proximidade com o Canal de Moçambique através do rio Moniga.

Nestas circunstâncias, as águas que eram doce, perdem as suas qualidades devido a salinidades,tornando-se assim, suas águas salgadas num período de curta duração nas épocas chuvosas e alongados no verão.

ü  Em um rio de regime periódico característicaestás, que se notabilizam na maioria dos rios moçambicanos, e que nas épocas chuvosas o seu pico máximo chega a atingir os seus 8 m de altura, criando assim, um obstáculo para as populações vizinhas e das suas práticas agrícolas situadas nas suas ribeirinhas. 

Importância do rio a nível local

Tendo em conta que os rios, ou cursos fluviais, sempre foram, e são até hoje, um dos mais importantes recursos para a sobrevivência da humanidade. Foram e são eles que nos fornecem grande parte da água que consumimos, que usamos para produzir nossos alimentos, de que necessitamos para nossa higiene e que utilizamos para irrigar o solo das áreas agrícolas.

No caso deste,a nível local, ele é usado para as actividades domésticas das populações circunvizinhas comoé o caso:

ü  Daprática pesqueira, captação de água para consumo, construção de habitações, lazer (mergulho), e;

ü  Como via de comunicação principalmente nos povoados de Naico-Naguéle, Naico-Bajone Sede (Barada) e Naico-Nabrico apesar da existência da ponte sobre este rio que liga estas duas regiões (Naico-Nabrico) e vice-versa através de barcos a remo.

O rio, tem um potencial, recurso marisco para as populações locais assim como circunvizinhos e uma grande biodiversidade marinha como é o caso do Caranguejo, camarão, peixe (Mindji, Lapalapa, Murrimpene, Macuba), Crocodilo, trataruga, Himpopotamo, etc., cuja designação universal, não fui capaz de encontra-los.

No que diz respeito a irrigação, este poderia ser útil para tal actividade agrícola, olhando pela capacidade das suas águas e dos solos por eles drenados serem férteis apara a prática da agricultura o que nãoé aproveitado, talvez seja por falta de recursos financeiros e entidades interessadas.

E a nível do ciclo hidrologicoela é importante para o suprimento de água para a humanidade.Isto porque“o comportamento de componentes individuais no retorno da água na Terra depende tanto do tamanho do reservatório quanto da dinâmica do movimento da água”. (SHIKLOMANOV, 1998, p. 6,).

 

Impactos ambientais das águas

Como dissemos, que este é um rio de regime periódico,o seu sistema de cheias e vazantes depende principalmente da pluviosidade, das áreas por ele percorrido nas quais tem influenciado negativamente no meio ambiente, como é o caso de discaste das suas margens, destruçao dos ecossistemas e das plantas.

 

 

 

 

 

 

Bibliografia

google. (21 de 03 de 2014).

malua, r. c. (2013). descrisao geral de naico-bajone. p. 4.

 

 

Advertisements

One thought on “RIO MILAGE, NAICO-BAJONE

  1. Reblogged this on malua7rcbm's Blog and commented:

    Índice
    Conteudos
    Rio Milage 2
    Origem 2
    Características 3
    Importância do rio a nível local 3
    Impactos ambientais das águas 4
    Bibliografia 5


    Rio Milage
    O Rio Milage situa-se no extremo Este da Província da Zambézia e a Leste do Distrito de Maganja da Costa no Posto Administrativo de Bajone na Localidade de Naico entre os paralelos 17°7’18.01″da Latitude sul e entre os meridianos38°3’2.02″da Longitude Este. (google, 2014, pp. dia 21, 11h:47)
    Com um comprimento de cerca de 23 km, divide o Posto Administrativo de Mocubela com o Posto Administrativo de Bajone na localidade de Naico, naqual faz uma confluência com o rio Monigae que vai desaguar no Oceano indico. (malua, 2013, p. 4)

    Fonte:Autora através do Google
    Origem
    O nome Milage, quer na gramatica ou na língua dos povos das áreas por ele percorrida não temnenhum significado. Este nasce no Posto Administrativo de Mocubela sendo por alguns, considerado um dos braços do rio Nipiode.
    O rio Milage, o seu leito corre no sentido Oeste-Este, e é considerado como um dos maiores rios do Posto Administrativo e o terceiro maior da localidade de Niaco na qual atravessa os povoados de Namutaca em Mocubela, Nialene, Wamuha, (Alto Mutabide), estendendo-se progressivamente para o sentido Este, separando/dividindo os povoados de Harare com o de Maiva, Harare com o de Naico, Naico com Nabrico e este com Nacurisiwa e este por sua vez com Unlolone até na sua confluência com o rio Moniga no Distrito de Pebane.

    Características
    Os rios moçambicanos, são geralmente ou na sua maioria de regime periódico, devido a configuração do seu relevo.
    No caso deste, ele é do regime pluvial, corre nos terrenos de planície, de solos arigilosos e de solos fluviais nas margens por ele percorrido.
    Considerando rio, como um curso natural de água, usualmente de água doce, no caso deste, numa extensão dos seus 7 km, próximo da sua confluência com o rio Moniga, ele sofre algumas influências directas das marés devido a sua proximidade com o Canal de Moçambique através do rio Moniga.
    Nestas circunstâncias, as águas que eram doce, perdem as suas qualidades devido a salinidades,tornando-se assim, suas águas salgadas num período de curta duração nas épocas chuvosas e alongados no verão.
     Em um rio de regime periódico característicaestás, que se notabilizam na maioria dos rios moçambicanos, e que nas épocas chuvosas o seu pico máximo chega a atingir os seus 8 m de altura, criando assim, um obstáculo para as populações vizinhas e das suas práticas agrícolas situadas nas suas ribeirinhas.
    Importância do rio a nível local
    Tendo em conta que os rios, ou cursos fluviais, sempre foram, e são até hoje, um dos mais importantes recursos para a sobrevivência da humanidade. Foram e são eles que nos fornecem grande parte da água que consumimos, que usamos para produzir nossos alimentos, de que necessitamos para nossa higiene e que utilizamos para irrigar o solo das áreas agrícolas.
    No caso deste,a nível local, ele é usado para as actividades domésticas das populações circunvizinhas comoé o caso:
     Daprática pesqueira, captação de água para consumo, construção de habitações, lazer (mergulho), e;
     Como via de comunicação principalmente nos povoados de Naico-Naguéle, Naico-Bajone Sede (Barada) e Naico-Nabrico apesar da existência da ponte sobre este rio que liga estas duas regiões (Naico-Nabrico) e vice-versa através de barcos a remo.
    O rio, tem um potencial, recurso marisco para as populações locais assim como circunvizinhos e uma grande biodiversidade marinha como é o caso do Caranguejo, camarão, peixe (Mindji, Lapalapa, Murrimpene, Macuba), Crocodilo, trataruga, Himpopotamo, etc., cuja designação universal, não fui capaz de encontra-los.
    No que diz respeito a irrigação, este poderia ser útil para tal actividade agrícola, olhando pela capacidade das suas águas e dos solos por eles drenados serem férteis apara a prática da agricultura o que nãoé aproveitado, talvez seja por falta de recursos financeiros e entidades interessadas.
    E a nível do ciclo hidrologicoela é importante para o suprimento de água para a humanidade.Isto porque“o comportamento de componentes individuais no retorno da água na Terra depende tanto do tamanho do reservatório quanto da dinâmica do movimento da água”. (SHIKLOMANOV, 1998, p. 6,).

    Impactos ambientais das águas
    Como dissemos, que este é um rio de regime periódico,o seu sistema de cheias e vazantes depende principalmente da pluviosidade, das áreas por ele percorrido nas quais tem influenciado negativamente no meio ambiente, como é o caso de discaste das suas margens, destruçao dos ecossistemas e das plantas.

    Bibliografia
    google. (21 de 03 de 2014).
    malua, r. c. (2013). descrisao geral de naico-bajone. p. 4.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s